M

Melasma

O melasma caracteriza-se por manchas escurecidas na pele, mais comumente localizadas na testa, acima dos lábios e bochechas, podendo, porém, acometer outras regiões da face e do corpo (como o colo e os braços). Deve ser considerado como uma doença crônica, por ainda não ser conhecida a cura. Apesar disso, pode ser controlado com tratamentos médicos adequados e prevenção.

Apesar de não serem a causa, alguns fatores podem desencadear o melasma, como exposição solar, uso de anticoncepcionais e gestação. Sabe-se que a genética também desempenha importante papel no quadro.

Controlar os fatores de piora e cuidados gerais com a pele devem ser a regra para todo paciente portador de melasma:

  • Fotoproteção adequada: uso de chapéu, óculos escuros, guarda-sol, filtro solar de amplo espectro e com proteção contra a luz visível, evitar expor-se ao sol (especialmente nos horários de maior radiação ultravioleta);
  • Evitar irritar a pele, seja com o uso de esfoliantes, lenços umedecidos ou com procedimentos intempestivos.

Tratamentos

Podem ser indicados diversos tratamentos, de acordo com cada pele, característica das manchas e gravidade do quadro: